quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Nem tudo é mau

No último post falei que a minha pestinha é uma bebé dificil e que ás vezes apetece-me fugir.
Mas nem tudo é mau.
Há uma coisa que a minha filhota é super bestial: a comer :)
Come tudo, tudo o que lhe dermos e ainda é capaz de tentar mais alguma coisa do nosso prato.
Sei de crianças que são dificílimas para comer seja lá o que for, e o desespero dos pais para conseguirem que engulam alguma coisa.
Cada criança é uma criança. 
E a minha é chata mas é linda :D

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Ser mãe: o primeiro mês

Em conversa com uma colega que vai ser mãe pela segunda vez em breve, recordamos ambas o terror dos primeiros meses de maternidade.
Terror sim.
Ser mãe é maravilhoso, é literalmente um sonho concretizado para mim, mas isso não invalida o pânico inicial que vivi.

A minha filha nasceu já uma bebé muito dificil. Basicamente chorava dia e noite, aparentemente por causa das cólicas. Tentamos todas as gotas existentes no mercado anti cólicas e posso dizer, que no caso da minha bebé nenhuma resultou. A fase das cólicas só acalmou quando introduzimos as sopas. parece que foi milagre e é algo que nos lembramos como o que não repetir num próximo filho: não vale a pena entupirmos a criança de gotas porque não resulta.

Não dorme sozinha desde que nasceu. 
Sabem aquele berço que temos no hospital ao nosso lado para o bebé dormir? O meu devia ter picos, porque a minha filha gritava desalmadamente sempre que eu a punha lá. A pestinha ficava muito bem no meu colo. Era mágico, assim que sentia que eu a pegava ao colo, parava imediatamente o choro.
Até as enfermeiras diziam: "Mamã já sabemos quem está a chorar, nós já conhecemos o choro da sua filha.!" Dia e noite! 
A expectativa de um bebézinho fofinho, calmo, a dormir com os anjinhos foi-se. 

E ir para casa?
O terror, o pânico, e agora? Como é que eu vou sobreviver a isto? 
Foi a nossa primeira filha e tudo para nós era novo. No Hospital estava sempre com a campainha na mão, à espera das benditas enfermeiras que com toda a calma e paciência do mundo me asseguravam que estava tudo bem, que eu ia fazer tudo bem, para não ter medo. Todos os pais têm dúvidas, é normal, blá, blá, blá.

Isto para dizer que, em conversa com a minha colega, descobri que me lembro muito pouco do primeiro mês da minha filha.
Acho que a minha mente bloqueou, o meu corpo funcionou em modo automático e apaguei completamente. Lembro-me vagamente de andar às aranhas com ela a tentar parar o choro, de eu própria chorar desesperada porque não sabia o que fazer e do meu marido e eu dormirmos por turnos porque simplesmente ela não dormia.

Depois melhorou, foi melhorando, mas ela continua difícil. Continua com problemas para dormir, não gosta de dormir sozinha e quando se apercebe que não estou do lado dela fica aterrorizada.

E lendo tudo isto até parece que isto de ser mãe é mau. 
Tem dias menos bons é verdade. Há dias em que me apetece fugir de tudo e de todos e fazer uma cura de sono. (Imaginar que consigo dormir umas 5h seguidas é para mim utópico :p) 
Mas caramba, ser mãe é maravilhoso. 
Adoro aquela peste chata. Adoro!

sábado, 11 de novembro de 2017

Tatuagens

Quando era mais nova queria muito fazer uma tatuagem. Até tinha pensado o que queria fazer, em que sitio e onde a faria. Mas nunca tive coragem. E hoje digo, ainda bem! Porque teria me arrependido de certeza absoluta da minha escolha.
No entanto continuo a gostar de tatuagens e acho-as lindas, principalmente quando são bem feitas e com um significado importante.

Agora que tenho a minha pestinha penso algumas vezes que gostava de fazer uma tatuagem em homenagem a ela, mas lá está, volta a falhar-me a coragem. No entanto a vontade está lá.
De vez em quando vejo algumas na net e volta o bichinho:







quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Inteligência Artificial

Fui só eu que fiquei assustada/aterrorizada com isto?

Não em especifico com este robô, que até parece uma "máquina" simpática. Mas assusta-me o avanço desmedido da tecnologia. Ela é útil; óbvio que o Homem tem o direito de procurar, criar e desenvolver tecnologia capaz de nos proporcionar uma vida melhor, mais confortável e mais criativa, mas isto para mim é demais.

O limite entre a inteligência e a burrice às vezes não é tanta assim, e acho que a robótica caso não seja utilizada com ética e sobretudo com responsabilidade é burrice.
Assusta-me que criem estas máquinas com o intuito de nos substituir em postos de trabalho. Os seres humanos são assim tão descartáveis? Já há miséria, fome e desemprego suficientes para os seres humanos que temos, vamos ainda criar condições para que existam mais?

Porque não reunir esforços no sentido de criar alternativas mais ecológicas e sustentáveis para preservarmos o nosso planeta que tanto sofre com as alterações que nós lhe provocamos?
Que tal gastar dinheiros e fortunas em descobrir curas para doenças que ainda matam aos milhares e para as não temos ainda fármacos realmente eficazes e preventivos? 

Queremos tanto o avanço tecnológico, provar que somos seres super inteligentes e geniais!
Eu acho que provamos cada vez que somos é uns palermas enquanto espécie. 
Não cuidamos de nós, do futuro dos nossos filhos, do nosso planeta, dos nossos animais...

Deus, Alá, Buda, seja lá quem for que esteja a olhar para nós, deve estar cheio de pena porque o Homem não aprendeu, não aprende e pelos vistos tão cedo não vai aprender nada :(




terça-feira, 7 de novembro de 2017

Birras

Sempre ouvi falar das terríveis birras dos 2 anos. 
Que é uma fase terrível, que os miúdos berram, esperneiam, fazem trinta por uma linha e deixam os pais com os cabelos em pé.
Cá em casa temos uma peste que ainda nem sequer um ano e meio tem, e que pelos vistos é precoce porque birras já as faz. E são tão dramáticas que me levam a pensar que se isto é assim agora, então aos 2 vai ser giro.
Basta ouvir a palavra não que começa o filme, atira-se para o chão, grita, chora, abre as goelas até não poder mais, bate com a cabeça no chão e até se trinca a si mesma.
É difícil de ver sim, eu o verdadeiro coração mole para a minha filhota, apetece-me dar-lhe e fazer-lhe tudo o que ela quer só para a ver parar aquele filme, mas não pode ser. E é isso que eu tenho que me mentalizar. Tenho que ter paciência, respirar fundo até 100 e esperar que ela se canse.
O problema é que descobri que tenho uma bebé teimosa cá em casa e com umas cordas vocais dignas de uma cantora de ópera!

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Quem mais?

...Está em pulgas para enfeitar a árvore de Natal?
Eu já não me aguento, adoro, adoro, a época natalícia  :D

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Porto :)

No fim de semana passado resolvemos aproveitar o bom tempo, que já não era suposto cá estar, e fomos dar um passeio pelo cais de Gaia com direito a viagem de teleférico desde o Jardim do Morro até ao Cais.
Foi um passeio muito giro e agradável, o Porto é lindo, cheio de turistas.
Quase que se vê mais estrangeiros nas ruas do que portugueses. E eu acho bem, acho que finalmente o Porto tem o mérito que sempre mereceu. 
Esta cidade está cada vez mais viva e vibrante e merece toda a atenção e visitas :)
As fotos são poucas porque estávamos mais atentos a nós, mas ainda assim fica o registo :)













segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Ponto Cruz

Já sei que é coisa de cota, de velha que não tem mais nada para fazer, mas eu adoro...
Adoro fazer ponto cruz. 
Tenho imensos trabalhos feitos, principalmente para bebés e de Natal.
Desde que a pestinha nasceu deixei de ter a disponibilidade de tempo que tinha para embarcar em grandes trabalhos, mas ultimamente deu-me as saudades e vou voltar ao trabalho.
Toca a bordar :)

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Resolução nº2

Fazer um bolinho mais vezes.
Sabe tão bem comer uma fatia de bolo caseiro de vez em quando. Não tem que ser todas as semanas, mas uma vez ou outra. 
E o cheirinho que fica pela casa?
:)

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Resolução

Comprar todos os presentes de Natal antes de Dezembro!
Espero ser este o ano em que consigo.

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

As barrigas das outras

Não sou fã de dietas, não gosto particularmente de fazer desporto, não tomo suplementos alimentares, não ponho cremes “anti coisas” no corpo, não sou atenta às novas tendências de moda, não ando sempre actualizada com as novidades do mundo fit;
Mas gosto de estar bem, de me sentir bem e de me sentir saudável.

Posto isto, gostando eu muito, mesmo muito de comer, tento regrar-me para não ultrapassar as barreiras do exagero e manter a linha. Já não tenho 20 anos, o corpo já não recupera da mesma forma, já não “vai ao sítio” como ia antigamente, e particularmente depois de ter sido mãe, estas diferenças são mais que óbvias. (Claro que há situações em que as regras vão para o teto, mas se não fosse isso morria desconsolada :D )

Estou inscrita num ginásio, que adoro. Adoro mesmo.
Escolhi este porque, não gostando eu de fazer desporto, ali sinto-me bem, não me sinto exposta, não acho que os outros estejam sequer a reparar naquilo que eu faço. Ali não vejo muitas pessoas a exibir os últimos ouftis da moda (há excepções claro), basicamente sinto que ali estamos todos no mesmo lugar, com o mesmo objectivo. Não sou muito assídua, tento treinar pelo menos duas vezes por semana. Há semanas que é muito difícil, o tempo não chega e não dá para conciliar tudo o que a agenda me pede para fazer. Mas tento, e muitas vezes aquela hora no ginásio funciona para mim como um escape e para descarregar o stress do que para emagrecer/manter a forma.

Isto para dizer que seguia vários instagrams de fit girls à procura de inspiração para exercício, snacks, looks, enfim…mas tomei a decisão de não o fazer mais.
Pelo menos para mim, não estava a resultar. Estava a exercer imensa pressão em mim. Não sou assim. Não tenho tempo para fazer aqueles pequenos-almoços todos xpto, não tenho ordenado que possa pagar combinações diferentes de roupa de ginásio para todos os dias da semana, não quero tomar suplementos e não consigo/tenho tempo para treinar de manhã e ao final do dia.

Prefiro tomar consciência do que sou, do corpo que tenho, de fazer o melhor para eu me sentir bem comigo mesma, ser saudável, cuidar de mim e deixar de espreitar as barrigas das outras.

sábado, 21 de outubro de 2017

Vamos todos ajudar?

E que tal se todos nós plantarmos uma árvore para ajudar o nosso país a ficar verdinho e lindo outra vez?

Vejam como aqui.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Ainda dos incêndios :(

No meio da infelicidade dos terríveis incêndios que aconteceram no nosso país, e no sentido de assumir responsabilidades à força, encontrou-se um bode expiatório perfeito para arcar com as culpas. A ministra. E senhora, parece que sim, parece que também acha que a culpa é toda dela e colocou o seu cargo à disposição.
Fixe. Agora está tudo resolvido. 
A bruxa má foi embora e nunca mais vamos ter incêndios no nosso país. Que bom!
Só que não é assim tão fácil. 
Não é assim tão linear.
A dita senhora pode ter culpa, mas não a tem sozinha. Aliás, não é só este governo que tem culpa. Os outros senhores e senhoras que estiveram nos outros governos e que agora gostam muito de apontar o dedo, não sacudam a água do vosso capote, porque a culpa também é vossa.

É muito importante perceber o que aconteceu, quem está por trás disto (se é que alguém está); é importante perceber e corrigir as falhas do nosso sistema judicial, que parece achar que os pirómanos podem andar à solta livremente a atear fogos; é importante fazer investimentos na prevenção, fazer esforços de entreajuda, auxiliar as populações que perderam tudo, valorizar e capacitar de meios, de uma vez por todas e completamente os nossos maravilhosos bombeiros e forças policiais...tantas coisas que se podem fazer. Todos juntos! Todos aqueles que foram eleitos, que se sentam nas bancadas da assembleia da república, independentemente do partido, juntem-se verdadeiramente na procura de soluções para este problema. De uma vez por todas.

E relativamente à comunicação social, não me vou alongar, porque como em todas as áreas, há profissionais bons e maus. 
Posto isto, acho esta capa da Sábado uma vergonha. 



.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Ilha de São Miguel

Como já tinha dito anteriormente fiquei simplesmente maravilhada com a Ilha de São Miguel.
Foi, sem sombra de dúvidas, uma escolha acertada para destino de Lua de Mel.
Queríamos um local onde pudéssemos passear, namorar, descobrir, explorar e descansar. 
O bichinho pelos Açores pegou e estou em pulgas para visitar outras ilhas.

Poças da Dona Beija 
Entrar nestas piscinas naturais de água quente é maravilhoso.
Ficamos ali, literalmente, de molho :)





Lagoa das Furnas
Demos a volta à Lagoa e descobrimos paisagens de tirar o fôlego. É a natureza no seu estado mais puro.

Lagoa das Sete Cidades.
Não é preciso dizer nada, basta olhar para a imagem e perceber a beleza deste local único.

Lagoa do Canário :)
Miradouro do Canário 
Estufas de ananases (Que cheirinho bom! E entrada é gratuita.)


Lagoa do Congro (chegar lá não é fácil, mas vale tanto a pena)
Lagoa do Fogo (só vale a pena lá ir caso não esteja nevoeiro, caso contrário não se vê nada. Conseguimos ver esta Lagoa no última dia).

Fábrica de Licores Mulher de Capote (Vale a pena a visita para provar os licores e as compotas maravilhosas. A entrada é gratuita.)



quarta-feira, 18 de outubro de 2017

O civil

Ainda não temos fotos oficiais porque essas, naturalmente, demoram mais tempo, mas vamos recebendo fotos tiradas pelos amigos com os telemóveis.

Esta é do local onde decorreu o casamento civil:


Estava tudo muito bonito, simples e elegante como nós queríamos. 
A quinta onde casamos é lindíssima, tivemos muita sorte com o tempo, porque esteve solarengo e bonito, e tudo correu muito bem.

Tinha receio que sendo um casamento civil, a cerimónia fosse mais fria e despersonalizada. Não podia estar mais enganada. Foi muito calorosa, amorosa e "cheia de amor". 
Sem dúvida que é um dia que me deixa muitas saudades.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

:(

Para quem não acredita em Anjos...o que são os Bombeiros? São verdadeiros anjos na terra.
Sofredores, incansáveis, maravilhosos, impotentes...
Não tenho palavras...


Update

Pois é, este blog está mais parado que nunca, mas o tempo tem sido pouco.

O dia de casamento passou a voar, mesmo! Toda a gente me dizia que o dia ia correr a uma velocidade supersónica, mas nunca pensei que fosse assim tanto. 
Correu tudo muito bem. Lindamente mesmo!
Foi um dia feliz, onde pudemos partilhar com todas as pessoas que nos são importantes a nossa felicidade, a nossa cumplicidade e união.

Depois veio a lua de mel, e confesso que aí aproveitei ao máximo o tempo livre.
Os açores são maravilhosos.

Visitamos durante uma semana a ilha de São Miguel e posso dizer, sem exageros, que foi das viagens mais bonitas que fiz na vida.

Viajem até lá e vejam as maravilhas que o nosso pais tem  :)

Prometo que vou tentar arranjar um tempinho para vos vir contar mais pormenores do nosso dia e da nossa lua de mel :)

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Músicas

Como se escolhe músicas para um casamento civil quando a  noiva gosta de Rock e o noivo Musica Electrónica?
Que 31 vai por aqui.
Ainda temos que escolher músicas para:
Entrada do noiva, entrada da noiva, fim da cerimónia, entrada no salão, duas para o corte de bolo e uma para primeira dança.
Coisa pouca portanto!

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Lembranças

Mais um elemento da preparação do casamento/batizado que nos deu muitas dores de cabeça e tempo para pensar.
Não íamos oferece lembranças inicialmente. Sinceramente acho que é um desperdício de dinheiro, para quem como nós, vai pagar o casamento todo.
Parece muito mau dizer isto, mas é a verdade. Convidamos as pessoas para o nosso casamento e sinceramente não me acho na obrigação de lhes oferecer nada. Bem vistas as coisas já oferecemos o convite (foi algo onde decidimos investir mais um pouco e fazer uma coisa gira e ficar para recordação) e vamos depois oferecer as fotos, que diga-se são um balúrdio.

Portanto, já tínhamos ofertas que chegassem.

Até que descobrimos as ofertas solidárias, e pronto, o meu coração de manteiga quebrou e senti a necessidade de ajudar e ao mesmo tempo fazer a vontade aos convidados mais tradicionais que estão habituados a receber lembranças. Vou partir-lhes o coração, porque de certeza que estarão à espera de um frasquinho de compota para as senhoras e um frasquinho de Licor Beirão para o senhores, mas temos pena meus senhores não terão nada disso.

Convenhamos, compotas e Licor Beirão (que eu adoro por sinal :) ) arranjamos num supermercado facilmente. Mais: felizmente os meus convidados não precisam que lhes ofereçam nada porque não são necessitados.

Há crianças que são, e muito! Há crianças que não têm a sorte que todos nós temos.
A minha filha chora de fome e tem logo um prato de sopa, um prato de comida, um biberão com leite...Tem frio, tem logo um agasalho...Tem sede, tem logo água...Ou seja, a minha filha, os nossos filhos, nós...temos tudo o que precisamos para viver de forma confortável. Há milhões de crianças que nem um biberão têm, quanto mais uma lata de leite.

Sei que não vamos fazer diferença no mundo, mas se conseguirmos levar um pouco de conforto, nem que seja a apenas uma criança, eu já fico feliz.

E é por isso que vamos oferecer marcadores de livros, que provavelmente vão parar ao lixo, mas que nos vão permitir oferecer um donativo ao G.A.S. Porto. 
Vejam tudo aqui
Os noivos escolhem o que querem oferecer e em troca doam o valor que lhes for mais conveniente.
O valor que vamos oferecer não é nada mais nada menos, do que aquele que iríamos gastar se oferecêssemos compotas e bebidas alcoólicas.

Eu acho que assim é muito melhor entregue :)  

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Da perda de confiança

Quando vi esta noticia fiquei sem palavras.
Incrível onde chega a maldade de algumas pessoas.
Já nem sei se acredite na inocência do dito padre ou não. 
São estas situações que descredibilizam completamente e geram desconfiança nas ações de solidariedade. Como podemos confiar que os bens ou o dinheiro que oferecemos com tanto carinho e com sentido de ajuda, chegue de facto aos devidos destinatários? 
Claro que nós oferecemos e a nossa consciência fica tranquila, mas é triste saber que há pessoas que ainda se aproveitam da fragilidade dos outros para seu próprio beneficio. 
E é por causa destas pessoas e de situações como estas que depois, por causa de uns pagam os outros!!

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Aliados

Vi este filme no outro dia e simplesmente amei.
Recomendo muito, mas aviso já que no final vão ficar com o coração muito apertadinho e vão a correr abraçar o vosso companheiro/companheira/filho/filha.
:(


segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Contagem decrescente

É assustador pensar que o dia 23 está quase aí.
Como é que o tempo passou tão rápido?
Ainda temos algumas coisas para tratar, mas tenho esperança que tudo fique pronto a tempo e as coisas corram muito bem.
Onde me fui meter...casar dá muito trabalho!!

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Barcelona

Só fui a Barcelona uma única vez mas bastou para me conquistar e arrebatar o coração.
Amei e amo aquela cidade e sempre que penso em férias,  penso em lá voltar.
O que acontece deixa-me de coração partido. Profundamente triste e revoltada.
Até quando estas coisas podem continuar a acontecer?
Já chega de mortes de inocentes! Já chega! Seja em que cidade for.
Não é justo, não é...

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Filhos e Férias

No último post referi que nunca marco férias em Agosto.
Mês onde marco sempre, mas sempre férias é Dezembro.
Ora eu amo o Natal, toda eu me torno criança na época natalícia e gosto de viver as festividades em pleno. Adoro decorações de Natal, fazer compras, oferecer presentes e AMO mercados de Natal.
Gosto mesmo muito.
Normalmente na altura de marcar férias no emprego, olho primeiro para o mês de Dezembro e só depois guardo dias para o Verão. 

Como ainda não fui de férias, óbvio que já só penso em descanso e em passeio e é ver-me a mim, nas horas mortas, a pesquisar destinos e a fazer planos de viagens. Desta feita para Dezembro.

Quero muito fazer um passeio giro em Dezembro e levar a minha filhota connosco. 
Ir fazer uma viagem a dois é muito giro e faz falta, mas cada vez mais me custa deixar a minha filha para trás, e só de pensar que daqui a nada vou uma semana para os Açores sem ela parte-me o coração. Pelo que gostava de sugestões de escapadinhas giras para fazer com a pestinha na altura do Natal.

Também, verdade seja dita, nunca fiz nenhuma viagem com ela, pelo que será uma estreia para os 3 :)

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Ponte

Eu nunca marco férias em Agosto. Nunca mesmo!!
Não gosto do excesso de pessoas nas praias, dispenso as confusões, os preços inflacionados e verdade seja dita aqui pelo norte o tempo nunca está bom em Agosto que é o mês das nortadas, portanto é sempre certo que no mês de Agosto eu trabalho. Até fico bem porque TODA a gente tira férias em Agosto pelo que fico a trabalhar praticamente sozinha e até já me habituei a este registo. Já para não falar que as minhas colegas ficam felicíssimas que haja alguém que queira trabalhar este mês. Toda a gente fica feliz.

Agora fica a questão...porque nunca me lembro de colocar um dia de férias nas pontes? Por ex. hoje podia ter posto um dia de férias e não pus. Ficava logo com um fim de semana prolongado. E não estou a pensar só no dia de hoje concretamente, estou a falar em todas as situações semelhantes durante o ano. Nunca me lembro de olhar para o calendário e marcar uma ponte que seja quando decido os meus dias de férias.


domingo, 13 de agosto de 2017

Gratidão

Hoje é dia de agradecer.
Por tudo,
Tudo o que tivemos, tudo o que temos e tudo o que teremos.
Hoje e sempre temos que ser gratos, nada de queixumes, que falta isto e aquilo.
Temos tanto :)
Obrigada, hoje e todos o dias.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Relógio Biológico

Olhar para bebés, olhar para a roupinha pequenina deles, sentir-lhes o cheiro inconfundível é coisa para me fazer doer e estremecer o útero.
Ai a minha vida!

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

A minha filha

As coisas mais simples são as que nos fazem mais felizes.
Isto é a mais pura das verdades.
E nada me faz mais feliz do que o sorriso da minha filha. Nada!
Acordar com esta alegria, com esta beleza faz de mim tão mas tão feliz :)

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O amor é assim

Este video é simplesmente delicioso, maravilhoso, fofo que só ele.
Claro que é um tema sensível, que desperta imensas opiniões, normalmente negativas, mas na minha opinião, o amor é mesmo isto. É simples, é inocente, não importa o género, o sexo, a idade, a raça...
Vejam esta curta metragem realizada por Beth Davis e Esteban Bravo e derretam-se :)



domingo, 6 de agosto de 2017

O Batizado

E porque o dia 23 de Setembro não vai ser só feito de casamento, os planos para o batizado da minha pestinha já estão quase concluídos.

Já escolhemos o vestido dela (lindo), os sapatos, a vela de batismo e todos os adereços necessários.

Para que o dia também seja dela, não vamos ter só o nosso bolo de noivos, a minha menina também vai ter o seu bolinho (que ainda falta escolher) com uma mesa só decorada para ela, com o seu momento de abertura de bolo, mais cedo que o nosso.

Afinal de contas, ela é a pessoa mais importante da festa. Não sou eu, nem é o pai. É ela, sempre ela! 


sábado, 5 de agosto de 2017

Noiva

Fui, finalmente, depois de uma espera de 7 meses e mais uns dias fazer a 1ª prova do meu vestido.
Dizer que estava numa pilha de nervos é pouco. Eu estava em pânico. 
Tinha medo que se tivessem enganado e mandado fazer outro vestido qualquer, tinha medo que não me ficasse bem e tinha principalmente medo de olhar para ele e já não fazer sentido para mim.

Todos os meus medos foram infundados.
Gosto ainda mais do meu vestido agora do que no dia em que o escolhi. É lindo! Tão lindo que me arrisco a dizer que é o vestido mais bonito do mundo :D

Estou ansiosa por vesti-lo .

Só espero que o noivo também goste tanto quanto eu!!! ;)

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

DJ

Entre os preparativos para o casamento a decisão que mais nos custou a tomar foi a escolha da animação musical.

Passamos pela fase em que não queriamos DJ. Nós levavamos um computador e colocávamos uma playlist e faziamos nós a festa com as nossas escolhas. De inicio, estávamos muito bem resolvidos com esta opção. Até porque sairia muito mais em conta.

Acontece que, começamos a pensar e achamos que nesse dia não queríamos nos preocupar em estar atentos ao computador, às colunas, se as pessoas estão a gostar da música, se querem ouvir outra coisa, atender a "discos pedidos"...e começamos a pensar na opção de contratarmos alguém responsável por esta parte tão importante do nosso dia. 

E começamos a procurar opções.
E o que encontramos foi uma disparidade tão grande de ofertas que se tornou muito difícil escolher. 
Basicamente nós queremos alguém que passe música nos aperitivos, durante o almoço e festa e que dê apoio ao casamento civil. Não queremos coreografias, jogos didáticos, pessoas chatas a puxar os convidados para dançar (detesto estar num casamento e ter coreógrafos a vir chamar-me à mesa e "obrigar-me" a dançar). E a maioria das ofertas recai nesse sentido, e confesso que fiquei um pouco desiludida.

Mas aleluia encontramos um DJ espetacular que não traz consigo esta bagagem de extras que nós não queremos e ainda por cima percebe o nosso gosto musical. Queremos que o nosso DJ agrade aos nossos convidados mas que também nos agrade a nós, afinal de contas a festa é nossa! :)

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Sangria Branca Casal Garcia

Já todos nós conhecemos o vinho Casal Garcia, todos nós já fizemos grandes jantaradas com este vinho que já é um clássico e nunca falta nas nossa refeições.

Quem não conhece o famoso: "Haja alegria, haja Casal Garcia" :)

A qualidade mais que conhecida no vinho, chega agora à sangria branca que neste tempo quente de Agosto vem mesmo a calhar. Nada como um copo de sangria fresca com amigos, ou quiça a dois, para refrescar as nossas refeições de verão.

Eu já provei, graças à Youzz, que me enviou um kit para experimentar.
Eu fiquei fã  :)

Experimentem!




quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Updates

Bem, este blogue já esteve bem mais atualizado (mea culpa) mas o tempo tem sido mesmo muito pouco.

Na semana anterior estive de férias, mas por incrível que pareça, não fiz nada relacionado com ócio ou descanso...nada de praia, piscina, deitar numa rede e dormir....foi uma semana para tratar de coisas e despachar diligências que caso estivesse a trabalhar não teria tempo para as fazer.

Basicamente foi: levar a filhota a consultas, levar a filhota à vacina (ai coração que eu não me habituo a isto) e foi casamento.

Não foi ainda O casamento, mas foi tratar de algumas coisas:
Fui à quinta umas 3 vezes, falar com o responsável pelo catering, falar com o chefe de sala e falar com a decoradora.
Parece-me que as coisas estão a acelerar e consequentemente a minha ansiedade a diminuir :)
Depois, também fico contente por ter pessoas responsáveis na quinta que me acalmam imenso, ajudam em tudo, aconselham e orientam no melhor sentido. Percebem o que queremos e acima de tudo não tentam "impingir" as suas opiniões em detrimento dos nossos gostos.

Resumindo: estou feliz e espero que Setembro chegue muito rápido, principalmente porque quero ir de férias :D

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Guerra dos Tronos

A minha série preferida de todos os tempos estreia a nova temporada hoje, e eu estou aqui a contar todos os segundinhos, em pulgas para assistir ao episódio.

Ainda me dá uma coisa má de tanta ansiedade!!

Quem por aí também é fã e não se aguenta?

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Casamento :)

No meio de toda a azáfama que é neste momento a minha vida tenho mais um update em termos de avanços nos preparativos do casamento:

Já há alianças :)
São simples, amendoadas, de 3 mm...nada de muitos adereços nem brilhos.
Para nós, menos é mais :)

Aos bocadinhos a coisa vai-se compondo.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Pés, pezinhos

E quem diria que eu, pessoa que odeia pés (acho-os feios) ia um dia amar, beijar, morder, perder-me em pés? 
Amo estes pezinhos fofos :)


quarta-feira, 5 de julho de 2017

Lisboa

Semana passada pude passar um dia inteirinho em Lisboa.

Tenho o privilégio de ter um emprego que, de vez em quando, me deixa fazer umas coisas engraçadas e portanto lá fui eu para Lisboa via Ryanair, bem cedinho pois claro.

Já não ia à capital há uma porrada de anos, tantos que até tenho vergonha de os dizer e confesso que me tinha esquecido do quão bonita esta cidade é.

Não fui a todo o lado que gostaria de ir, nem visitei tudo claro, estava em trabalho, mas apeteceu-me marcar logo um fim de semana prolongado por ali para poder descobrir mais coisas e perder-me por Lisboa. Este bocadinho soube-me mesmo bem, mas também me soube a pouco.

Somos mesmo uns sortudos por temos um país tão bonito :)














Nem tudo é mau

No último post falei que a minha pestinha é uma bebé dificil e que ás vezes apetece-me fugir. Mas nem tudo é mau. Há uma coisa que a mi...