sexta-feira, 31 de março de 2017

Tem sido exatamente isto

Apesar da M. ter a caminha dela ao lado da minha, a meio da noite ela vem sempre para o meu lado ou para o nosso meio, o que torna o nosso sono uma aventura. Para nós claro, porque ela dorme maravilhosamente. 
A pestinha não desliga as pilhas nunca, nem de noite.
Não sei como não acorda cansada!!
Apesar disso adoro tê-la comigo e acordar com ela a palrar, a rir e a pular é meio caminho andado para o dia me correr bem.


quinta-feira, 30 de março de 2017

O Filho da Treta

Na semana passada participei num passatempo da M80 onde ofereciam convites duplos para assistir ao espetáculo "O Filho da Treta"  no Teatro Sá da Bandeira no Sábado, não pensei que fosse ganhar, porque a minha sorte em concursos, sorteios e afins é lastimável, mas como não custa nada tentar participei. E ganhei um convite duplo!

Fiquei mesmo contente, primeiro porque, lá está, nunca ganhei nada, e depois porque gostava mesmo de ir assistir à peça, portanto lá fomos nós. E foi mesmo giro.

Não fui assistir na altura do António Feio, mas fiquei com pena, porque se no sábado gostei tanto, imagino com ele. Devia ter sido algo mesmo bom de assistir.

Foi uma noite mesmo bem passada, que para além de me ter proporcionado umas valentes gargalhadas, também me enche de esperança relativamente à minha sorte. Deve estar a mudar :)
Obrigada M80.

quarta-feira, 29 de março de 2017

O futebol e a natalidade

Parece que está encontrada a receita para o aumento da taxa de natalidade no mundo, é vencer os jogos de futebol.
Portanto, equipa das quinas bora lá a atinar que aquilo ontem não teve jeito nenhum. Portugal está com poucos miúdos e dava jeito a todos termos mais uns pirralhos a nascer para nos pagarem as reformas daqui a uns anos.
Toca a jogar em condições e ganhar mais jogos. Aprendam com estes.

terça-feira, 28 de março de 2017

Giovanna Antonelli

E a linda da Giovanna Antonelli na gala da Douro Azul no Porto do passado sábado?
Quando tiver 41 anos também quero ser assim!



segunda-feira, 27 de março de 2017

Comme Ça

Sábado à noite foi dia de jantar pela baixa do Porto e a escolha foi o Comme Ça, na Rua José Falcão, onde outrora foi o Alfaiate.
A decoração é muito pitoresca, com velharias e antiguidades nas paredes, sendo o ambiente acolhedor, fora do comum, descontraído, informal, jovem, mas ao mesmo tempo cuidado o que é sempre bom sinal.

As funcionárias são muito simpáticas, o que para mim é logo meio caminho andado para gostar de um restaurante. Pode ter os melhores pratos do mundo, os sabores mais elaborados, mas se o atendimento não for simpático e prestável é certinho que não volto lá mais. O que não é o caso do Comme Ça.

De entrada pedimos pão, azeitonas, queijo e chouriço, que é assado na mesa mesmo à nossa frente. E estava muito bom. Aqui eu sou suspeita, porque queijo e enchidos é comigo, mas admito que estes estavam mesmo bons e o pão estava fresquissimo, o que ainda ajuda para acompanhar.

As expectativas nao saíram defraudadas, a carne estava muito tenra, bem temperada e o acompanhamento de legumes cozidos e batatas a murro estava no ponto. Para acompanhar o prato principal ainda tivemos direito a uma salada que estava também muito boa.

Para finalizar, gulosa que sou, não podia deixar de provar uma sobremesa. 
Optei por uma mousse de oreo (adoro oreo) e mais uma vez estava maravilhosa.


Para mim o único inconveniente é não ter multibanco. Sei que é um mero pormenor, mas para mim que nunca ando com dinheiro, só com cartão é algo a ter em conta, no entanto como balanço final, gostei muito deste restaurante e espero voltar em breve para provar outros pratos que fui vendo passar pela nossa mesa e que me chamaram a atenção.














Comme Ça Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

domingo, 26 de março de 2017

A mamã e as saudades


A pestinha já ficou a dormir em casa da avó algumas vezes, por variados motivos, mas o motivo principal são os meus horários de trabalho. 
Saio muitas vezes tarde e entro cedo, e obrigar uma bebé a viagens em plena hora de ponta a atravessar a ponte da arrábida não é muito confortável, principalmente quando ela decide armar um berreiro desde que entra no carro até que sai.

Claro que meu coração de mãe só permite estas dormidas "fora" uma vez por semana, mas ainda assim penso sempre que vale a pena principalmente pelo conforto dela.

No dia anterior já penso em como vou dormir muito bem na noite seguinte. Vou jantar sossegada, não me vou preocupar com nada, vou deitar-me cedo e dormir 12 horas. Para compensar a falta de sono que a pulga elétrica me dá.

Mas depois apodera-se de mim uma saudade imensa. Caramba, eu a pensar que isto à medida que fosse acontecendo ia ser melhor, eu ficar mais habituada e não me ia custar tanto. Mas não, a cada semana que passa me custa mais, sinto mais saudades dela. A casa está vazia, não há gargalhadas, não há birras, e portanto não há alegria.

A verdade é que ela enche a casa, enche mesmo. E sem ela ficamos com a casa vazia, eu fico vazia.
Depois passo o dia todo a pensar como é que ela está, o que estará a fazer, será que comeu bem, dormiu bem? Será que teve também saudades minhas? E imagino na minha cabeça o nosso reencontro. Mesmo ao estilo de filme romântico, fico a imaginá-la a ouvir a minha voz ao longe e a sorrir e a gatinhar na minha direção. 
Ser mãe também é ser assim louca!! E por ela sou louca varrida.


sexta-feira, 24 de março de 2017

10 Meses

Parabéns meu amor hoje fazes 10 meses.
Obrigada meu sol, meu sonho, minha flor, amor da minha vida por fazeres de mim tão feliz.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Papas de aveia

Não sou de me aventurar em pequenos almoços muito diferentes. Nisso sou muito tradicional e não há dieta nenhuma no mundo que me tire das mãos o meu pão de centeio de manhã. É assim há muito tempo e eu gosto.
Mas experimentei as papas de aveia há uns dias e fiquei rendida. Óbvio que mantenho o meu pãozinho quentinho praticamente todos os dias, mas também gosto de alternar de vez em quando. 
E a receita é quase sempre a mesma, variando apenas o que coloco como topping.
Claro que sendo eu fã acérrima da alfarroba, tinha que a incluir até nas papas, e fica uma delicia.


Misturo 3 colheres de sopa de aveia com 1 colher de sopa de farinha de alfarroba, uma banana partida aos quadradinhos e cubro com água.
Mexo e levo ao microondas 2 minutos.

Cubro com nozes, sementes de chia, sementes de girassol, kiwi, morangos, etc. Esta parte já pede um pouco da nossa imaginação e também do nosso apetite.



O Casamento

E continuam as inspirações para o casamento, desta vez cabelo e penteados.
Quero qualquer coisa assim:







quarta-feira, 22 de março de 2017

É feio enganar as pessoas

Pois é.
Quando vi esta noticia, tratei de cuscar do que se tratava, porque realmente viajar por 5€ não é coisa que se faça todos os dias, e eu sou menina que gosta muito de passear. Posso não ir de lua de mel carago mas posso passear!!
Mas, e vem aí o mas, não há voos a partir do Porto!!?? e só podemos escolher até ás 18h de hoje. Eu não sou assim tão rápida a decidir. Tenho que pesquisar, ir ao google ver imagens das cidades, ver qual é que me chama mais a atenção. Depois tenho que ir ao Booking pesquisar hotéis!
Oh fiquei triste.
Ryanair, podes fazer outra promoção fixe destas, mas alargar o prazo e incluir a maravilhosa invicta na lista? Podes? Eu posso embarcar em Faro ou Lisboa, posso! Mas sou preguiçosa.



segunda-feira, 20 de março de 2017

A Lua de Mel

Sei que o casamento ainda está longe e muita coisa importante ainda tem que ser pensada e decidida, mas confesso que penso muitas vezes na Lua de mel.
A nossa ideia inicial foi de abdicarmos dela uma vez que somos nós que vamos pagar todo o casamento e batizado e portanto, provavelmente, não iremos conseguir esticar o orçamento para podermos planear uma viagem de lua de mel.
Foi uma decisão tomada a dois e combinámos que depois do casamento e caso dê para isso, marcamos qualquer coisa e vamos uns dias para fora. Nem que seja no ano seguinte. 
Mas, e sabendo que provavelmente não dará , dou por mim a pensar onde gostaria de ir caso fosse. 

Não somos noivos tradicionais em muita coisa e nisto das viagens de Lua de mel também não. Destinos típicos como Maldivas, México, República Dominicana e afins, não nos atraem de todo. Adorava poder descansar mas ao mesmo tempo conhecer outras culturas, cidades, gentes, sem ter que estar necessariamente 15 dias de papo para o ar (se bem que não iria saber nada mal :p).

E portanto dou por mim a sonhar com os países nórdicos, com o Japão e com Malta. Tudo diferente portanto.
E como sonhar não custa, é isso mesmo que vou continuar a fazer, a sonhar.














domingo, 19 de março de 2017

Dia Feliz

Sábado foi um dia feliz. Passeamos muito os três, no Parque da Cidade, aproveitamos o dia maravilhoso que esteve por cá e celebramos o dia do Pai em modo antecipado. E que bem que soube :)

Adoramos o Parque da Cidade. Sempre que o tempo proporciona é local onde gostamos muito de passar algum tempo. Nós e a maioria dos habitantes da invicta. 

O dia estava lindo, o Parque estava cheio de gente, famílias em peso com as crianças, amigos a conviver, casais a namorar...

Adoro dias de sol. Sabem bem e fazem ainda melhor :)



















Feliz dia do Pai

Ahah é mais ou menos isto!


sexta-feira, 17 de março de 2017

Dia Mundial do Sono

Pois é. Ia hoje a caminho do emprego e ouço na rádio que hoje é Dia Mundial do sono.
Muito tinha a dizer sobre ele ou no meu caso, na falta dele.
Mas que é um assunto a que devemos dar mais atenção é. Andamos a dormir pouco e muito mal. E corpo que não dorme é corpo que não descansa. 
Para nós o sono não é uma prioridade, mas devia começar a ser. Se não descansarmos o suficiente e com qualidade não temos energia, motivação e força para enfrentar o nosso dia da melhor maneira.
Posto isto, onde posso fazer uma cura de sono de 15 dias por favor?

quinta-feira, 16 de março de 2017

Assoberbada

A minha filhota passa os dias em casa da avó enquanto eu estou a trabalhar. 
Vou buscá-la no final do dia e voltámos as duas para casa mais ou menos à hora de jantar. 
São raras as vezes em que tenho tempo de ir almoçar a casa, não que more muito longe do meu local de trabalho, mas porque ás vezes tenho tanto que fazer que prefiro comer qualquer coisa por lá e pronto. Não perco tempo com as deslocações e termino mais coisas.

Quando sei que posso de facto ir almoçar a casa começo logo a fantasiar uma série de coisas para fazer que passam por tudo menos comer. Almoçar claro que sim, mas penso caramba vou é aproveitar para comer uma coisa qualquer refastelada no sofá. 
Vou chegar a casa, esticar as pernas, pôr duas almofadas debaixo dos pés, puxar séries para trás e aproveitar aquele bocadinho só meu. Fecho os olhos um bocadinho só para descansar e recuperar energias.

Só que a coisa nunca se concretiza. Faço isso sim. Mas a meio olho para o chão e vejo 500 milhões de migalhas de bolachas no chão, peluches e brinquedos amontoados e espalhados, o cesto de roupa cheio a transbordar e à espera de ser lavada, loiça do jantar e do pequeno almoço para lavar e eu deitada no sofá começo a sentir um formigueiro tal que não descanso enquanto não arrumo aquela treta toda.
Quando dou por mim já está na hora de regressar ao trabalho, engulo qualquer coisa à pressa para não me atrasar e o meu momento zen lá se foi.

Antes de ser mãe dizia muitas vezes que estava cansada, muito cansada e precisava de férias. Agora penso...estava cansada de quê afinal?

quarta-feira, 15 de março de 2017

Ser mãe é fixe!

Ser mãe é fixe. É espetacular diria.
A parte de dormir é que não.
Acordo ás 5h com estaladas na cara, mordidelas na bochecha, puxões de cabelo e outras coisas boas, abro os olhos e vejo a peste a olhar para mim e a falar coisas na língua dela dádádá bébébé tátátá e volto a fechá-los e faço de conta que estou a dormir para ver se ela desiste de me chatear. Tal coisa é impossível claro está, então decide dar-me pontapés e beliscões e berra porque claro 5h é muito tarde para se estar a dormir.
Daqui a nada o sol já aí está e deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer.

E fazer todas estas coisas ao pai era solidário não era? Não! Só eu é que tenho direito a estes mimos especiais, Ser mãe é mesmo fixe.

Faço a vontade à peste e levanto-me. Ela toda fresca e feliz e eu nem consigo abrir os olhos cheia de sono. Pelos meus olhos semi cerrados olho para o sorriso dela e ouço mámámámá e pronto lá se foi o sono. A miúda disse mamã!! E eu já estou também aos saltos e aos sorrisos.
Se calhar não disse mamã, se calhar era eu a sonhar em pé, mas caramba soube-me bem.

Também sabia bem ela adormecer para eu ir dormir mais um bocadinho. Só que não!

terça-feira, 14 de março de 2017

Dia do Pai

Este ano vai ser o primeiro Dia do Pai cá em casa.
Claro que no ano passado já foi diferente, porque já tínhamos a pimpolha a saltar na minha barriguinha (que saudades), mas este ano vai ser diferente. Mais bonito e definitivamente mais especial.
E queria dar uma prendinha gira e marcante (porque é a primeira) ao papá, mas tenho zero ideias. 
Estou mesmo a leste do que comprar.
Alguém me dá sugestões daquelas fixes e porreiras? :D

segunda-feira, 13 de março de 2017

Beleza Colateral

Vi este filme no fim de semana e fiquei "doente".
Gostei muito do filme, mas se soubesse que me ia tocar desta maneira, me ia fazer chorar desalmadamente e ter pesadelos a noite toda não o tinha visto.
Terminei de ver o filme e fui abraçar a minha filha com toda a força. 
A dor de perder um filho é inexplicável e eu prefiro nem pensar nisso.
Se não forem tão medricas e lamechas como eu é um filme que recomendo.

Basicamente é um publicitário de Nova Iorque que tem uma vida muito bem sucedida até ao dia em que a filha morre de cancro.
Entra numa espiral de depressão e resolve escrever três cartas: ao tempo, à morte e ao amor.
Não estava à espera era que estes três lhe respondessem!!


domingo, 12 de março de 2017

Prazeres

Não gosto desesperadamente de doces. Gosto, mas q.b.
O único doce que não resisto e cai-me sempre muito bem é o pastel de nata. Não resisto simplesmente.
E hoje foi com um que comecei o dia.
Não é um pequeno-almoço saudável, não é fit nem está na moda ;p mas sabe-me bem.


Músicas

Como se escolhe músicas para um casamento civil quando a  noiva gosta de Rock e o noivo Musica Electrónica? Que 31 vai por aqui. Ainda ...