domingo, 26 de março de 2017

A mamã e as saudades


A pestinha já ficou a dormir em casa da avó algumas vezes, por variados motivos, mas o motivo principal são os meus horários de trabalho. 
Saio muitas vezes tarde e entro cedo, e obrigar uma bebé a viagens em plena hora de ponta a atravessar a ponte da arrábida não é muito confortável, principalmente quando ela decide armar um berreiro desde que entra no carro até que sai.

Claro que meu coração de mãe só permite estas dormidas "fora" uma vez por semana, mas ainda assim penso sempre que vale a pena principalmente pelo conforto dela.

No dia anterior já penso em como vou dormir muito bem na noite seguinte. Vou jantar sossegada, não me vou preocupar com nada, vou deitar-me cedo e dormir 12 horas. Para compensar a falta de sono que a pulga elétrica me dá.

Mas depois apodera-se de mim uma saudade imensa. Caramba, eu a pensar que isto à medida que fosse acontecendo ia ser melhor, eu ficar mais habituada e não me ia custar tanto. Mas não, a cada semana que passa me custa mais, sinto mais saudades dela. A casa está vazia, não há gargalhadas, não há birras, e portanto não há alegria.

A verdade é que ela enche a casa, enche mesmo. E sem ela ficamos com a casa vazia, eu fico vazia.
Depois passo o dia todo a pensar como é que ela está, o que estará a fazer, será que comeu bem, dormiu bem? Será que teve também saudades minhas? E imagino na minha cabeça o nosso reencontro. Mesmo ao estilo de filme romântico, fico a imaginá-la a ouvir a minha voz ao longe e a sorrir e a gatinhar na minha direção. 
Ser mãe também é ser assim louca!! E por ela sou louca varrida.


15 comentários:

  1. Não deve ser nada fácil ter que a deixar...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Ui, nem quero imaginar... força!!

    ResponderEliminar
  3. obrigada pelo comentário <3
    deve ser mesmo complicado, mas com o hábito isso começa a ser mais natural :)

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Oh, a última frase foi fofinha =D

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Não é fácil mas por vezes tem mesmo de ser ..

    ResponderEliminar
  6. Não sou mãe, mas acho que é perfeitamente natural. Porque mesmo estando a fazer algo para o conforto dela, não deixa de custar, porque há uma parte de ti que falta.

    r: Também gosto muito :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. São situações menos fáceis mas tudo se resolve pelo melhor!

    Beijinhos,
    Inês
    http://www.indiglitz.pt

    ResponderEliminar
  8. Nem imagino o quão difícil é e acredito que ela também deve sentir saudades! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  9. Custa sempre. Custa quando eram os filhos e agora com netos tbm. A vida é um ciclo
    Kis :=}

    ResponderEliminar
  10. Só me sinto assim quando o meu filho está com o pai, porque não me sinto descansada. Agora com a minha mãe? É quase como estar comigo, sei que está super bem cuidado. Já não é bebé, tem 8 anos e, portanto, já estou mais que habituada a que ele esteja com a avó, dorme lá imensas vezes por esse mesmo motivo, os horários, para não o obrigar a acordar mais cedo do que o necessário. Conheço essa sensação de ter a casa vazia quando ele não está, mas aprendi que me faz bem o tempo que estou sozinha quando ele está com a minha mãe ;)

    ResponderEliminar
  11. hahah! É ser louca! Bem visto, sim senhora ;)

    Um beijinho dourado

    ResponderEliminar
  12. Um dia lá passarei por isso e acredito que serei mesmo uma Mãe Louca, bem assim :) :P

    *XoXo
    Helena Primeira
    Helena Primeira Youtube
    Primeira Panos

    ResponderEliminar
  13. Como te entendo! Sabe bem o descanso, mas as saudades apertam tanto...

    ResponderEliminar
  14. Ai que aperto no coração :/
    Eu tive um jantar uma vez que não queria mesmo faltar e deixei o menino nos meus pais. E tinha combinado de ir busca-lo quando acabasse. Mas não consegui tira-lo do berço tão tarde e também não consegui deixa-lo :( fiquei lá a dormir com ele :D
    Mas penso sempre como será quando um dia o deixar a dormir nos avós a noite toda :) vamos lá ver como corre. E quando será a primeira vez :D

    ResponderEliminar

Nem tudo é mau

No último post falei que a minha pestinha é uma bebé dificil e que ás vezes apetece-me fugir. Mas nem tudo é mau. Há uma coisa que a mi...