sexta-feira, 31 de março de 2017

Tem sido exatamente isto

Apesar da M. ter a caminha dela ao lado da minha, a meio da noite ela vem sempre para o meu lado ou para o nosso meio, o que torna o nosso sono uma aventura. Para nós claro, porque ela dorme maravilhosamente. 
A pestinha não desliga as pilhas nunca, nem de noite.
Não sei como não acorda cansada!!
Apesar disso adoro tê-la comigo e acordar com ela a palrar, a rir e a pular é meio caminho andado para o dia me correr bem.


10 comentários:

  1. Nunca foi rotina, mas uma vez por outra a nossa pequenina tb fica a dormir comigo (nessas noites, o pai prefere ir para outra cama... lol) e apesar de o meu sono não render o mesmo, é algo que me sabe bem! Por isso, percebo perfeitamente! :)

    ResponderEliminar
  2. O meu filho, maioritariamente, quase todas as noites acaba por dormir connosco, no nosso meio. Mas, por acaso, tem um sono sossegado. E sim, não há nada como tê-lo ao nosso lado, de manhã, quando acorda com: "Bom dia, acorda, mãe!" e um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Qual a criança que não gosta de saltar o berço para e colocar no meio do calor?
    Kis :=}

    ResponderEliminar
  4. Todas as crianças adoram invadir a cama dos pais a meio da noite
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. ahahahah mas olha depois vais ter saudades disso :)

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderEliminar
  6. Aproveita então enquanto é pequena =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  7. Isso é tão verdade :)

    http://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. AS minhas nunca fizeram disso um hábito, mas, confesso que me sabia bem. Aliás, ainda gosto que, aos sábados de manhã se metam as duas na minha cama.

    ResponderEliminar
  9. Acho que a palavra aventura é mesmo a mais indicada :p

    r: Tem uma letra maravilhosa!
    É mesmo*

    ResponderEliminar

Músicas

Como se escolhe músicas para um casamento civil quando a  noiva gosta de Rock e o noivo Musica Electrónica? Que 31 vai por aqui. Ainda ...