terça-feira, 18 de abril de 2017

Do sarampo e as vacinas

Nos últimos dias temos nos deparado com noticias acerca do aumento do número de casos de sarampo em Portugal, doença que estava erradicada do nosso país há alguns anos graças ao excelente plano de vacinação que o nosso país tem e fornece aos cidadãos.

Temos um país com imensos defeitos em muitas áreas, mas na saúde somos bons, arrisco-me a dizer que somos muito bons. E aqui eu sei o que digo. 

Temos também uma série de "modas", uma panóplia de ideias que vão se alastrando e difundindo na sociedade, algumas muito giras e engraçadas, outras que me fazem uma tremenda comichão e aflição e que me são muito difíceis de engolir. Uma dessas modas catitas é a de não vacinar as crianças. 
Não vacinar pelos vistos é trend, é cool e no meu ponto de vista é estúpido.
Muito estúpido e outras coisas que me apetecia adjetivar mas não vou escrever para não ferir a leitura alheia.

Atualmente e infelizmente as vacinas não são obrigatórias. Eu acho que deviam ser. Os pais que não vacinam os filhos deviam ser responsabilizados pelos danos que causam ás crianças, não só ás deles mas aos filhos dos outros. Se morrer uma criança com sarampo, meningite ou outra doença para qual existe uma vacina, só porque os pais acharam que não a deviam vacinar, isso não é negligência? Se eu andar de carro com a minha filha e não a levar na cadeira auto eu sou mãe negligente e sou multada por isso, e com toda a razão certo? Então os pais que escolhem não vacinar os filhos contra uma doença altamente contagiosa e mortal como o sarampo não sofrem consequências porquê?

Atenção que não estou a falar da varicela que é uma doença "normal" não traz consequências por aí além e não é mortal.
Temos um dos melhores planos de saúde do Mundo. As vacinas não são todas gratuitas é verdade, mas a maioria é, e estas modas estão basicamente a destruir tudo aquilo que se foi construindo e conquistando ao longo dos anos.

Mais,as crianças não têm poder de escolha, não têm opção. Somos nós pais que temos o dever de cuidar delas, elas têm o direito de serem protegidas. 

Da minha parte, a minha filha leva todas as vacinas que houver, sejam do plano ou extra plano. Prefiro gastar dinheiro a protegê-la do que gastar em férias, roupas, jantares e coisas fúteis, e apesar de reconhecer que é muito difícil instituir a obrigatoriedade de vacinar, espero que seja um passo que consiga ser implementado no futuro.

17 comentários:

  1. Não o escreveria melhor! Faz-me muita confusão esta moda anti vacinas!
    Mas sou franca, não dei todas, todas as disponíveis. As do Plano não falho, mas as extra vou dando com conta e medida (e não estou a falar do dinheiro), em acordo com o pediatra da minha filha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah sim, eu também dou as vacinas extra plano de acordo com as indicações da pediatra. Mas tudo o que ela recomenda eu dou.

      Eliminar
  2. Eu ainda não consegui perceber qual é a razão para os pais não vacinarem os filhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há estudos que relacionam algumas vacinas com o aparecimento de autismo, mas não é nada que esteja provado.

      Eliminar
  3. É, anda aí uma epidemia assustadora. Espero que passe rápido. Não sou mãe, ainda, mas tenho um enteado e assusta-me!


    Com muito carinho,

    Diamonds In The Sky, Daniela Silva

    ResponderEliminar
  4. São modas. Estúpidas por sinal.
    Kis :=}

    ResponderEliminar
  5. Postagem ótima sobre vacinação, eu mesmo todas as vacinas minha mãe, me leva logo eu ja tomei até a da HPV estou imunizada, ótima semana para você, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  6. Os país não vacinam as crianças e depois acabam por sofrer as outros que estão por perto também...


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  7. As modas deixam de ser engraçadas quando afectam também a vida dos outros... :/

    ResponderEliminar
  8. Bem dito! É mesmo isso. Custa acreditar que há quem vá nestas modas mas a verdade é que há :(
    Percebi há pouco tempo que as vacinas não são obrigatórias, eu na minha inocência pensava que eram :( desde sempre me lembro de ver a minha mãe preocupada por termos alguma vacina em atraso e nunca me questionei que não seria obrigatório. Para mim é. Acho que de outra forma não faz sentido. Escolher não proteger as crianças? Porquê? Não percebo.

    ResponderEliminar
  9. Penso o mesmo. Para mim as vacinas são obrigatórias, mesmo não o sendo.
    Há coisas inexplicáveis.

    ResponderEliminar
  10. Estou tão de acordo... modas parvas e que mexem com a saúde, o que é pior. Não entendo como podem pais tomar atitudes assim, quando o que deviam fazer é proteger os filhos ao máximo.

    ResponderEliminar

Nem tudo é mau

No último post falei que a minha pestinha é uma bebé dificil e que ás vezes apetece-me fugir. Mas nem tudo é mau. Há uma coisa que a mi...