segunda-feira, 10 de abril de 2017

Os convidados

Isto de planear um casamento é muito giro e muito engraçado, mas há coisas que dão muito que pensar e chegam a "moer" o pensamento.

Quando chegamos ao tema convidados muito há para dizer.
Eu sempre disse que se e quando casasse a lista de convidados ia ser fácil de organizar e que sabia perfeitamente quem queria e principalmente quem não queria no meu dia.

Pois agora que me vejo a planear o dito cujo, constato que a tarefa não é tão fácil quanto pensei.

Há pessoas óbvias como a família e os amigos chegados que quero que estejam presentes, mas depois há casos que não são assim claros. 

Por ex, as colegas de trabalho que falam comigo todos os dias do casamento, fazem perguntas sobre os planos, que vibram com o assunto, que contam os dias comigo... eu penso, mas será que esta pessoa x está à espera que a convide? E não é que não queira que elas não vão, muito pelo contrário, por mim ia o mundo todo, mas é difícil decidir quem convidar e se convidar. O problema principal é mesmo o orçamento. Somos nós que vamos pagar o casamento, e claro que temos que refrear algumas ideias porque simplesmente não dá para tudo.
Isto é sempre muito bonito mas ninguém entende que não podemos convidar toda a gente porque não há orçamento para tudo.

Tenho colegas de trabalho que queria muito que fossem, mas sinto que se convidar algumas, as outras vão ficar tristes/aborrecidas/zangadas.

Ainda tenho algum tempo para pensar neste assunto, e entretanto nas minhas pesquisas pelo mundo do pinterest encontrei estas imagens que talvez me ajudem a tomar uma decisão:






19 comentários:

  1. É de facto muito mais complicado do que à partida parece! E a parte de os dividir por mesas tb é complicada. Pelo menos para mim foi!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não cheguei a essa parte, mas adivinho complicações! lol

      Eliminar
  2. Olha a minha lista ia ser fácil de fazer até porque não tenho assim tanta gente que gostasse de experimentar .

    ResponderEliminar
  3. Já vi que não é fácil não, deve ser das decisões mais difíceis na organização de um casamento

    ResponderEliminar
  4. Estas imagens são uma boa ajuda :)
    Mas da minha experiência pessoal posso dizer que mais vale convidar do que não convidar. O que quero dizer com isto é que vão acontecer algumas coisas, menos boas, que te vão pôr a pensar se fizeste ou não a melhor opção. Por exemplo, algumas daquelas pessoas que não tiveste dúvida nenhuma que tinhas de convidar e querias convidar não vão ao casamento. Não perguntes porquê mas não vão :( e infelizmente não vais saber o motivo. E depois vais ter aquelas pessoas que vais perceber que tinham adorado ir, gostavam mesmo muito de ter ido, mas tu não convidaste :( e é igualmente mau esse sentimento. Por isso concluí que se fizesse tudo de novo tinha convidado todos os que fiquei na dúvida de convidar ou não.
    E outra coisa, o orçamento, mais uma situação onde aparecem surpresas. Algumas surpresas boas e outras más. Mas as boas são mesmo boas, o que equilibra bastante as coisas fazendo com que compense ir um pouco mais além. Ajudei? Se calhar não muito :) boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ajudas-te muito.
      É sempre bom ter a perspectiva de alguém que já passou pela situação.
      Veremos como me corre.
      Beijinho e obrigada :)

      Eliminar
  5. Adorei aquela frase que diz "se não convidar vai ter drama". Ahaha

    ResponderEliminar
  6. Boa sorte, tenho a certeza de que vais tomar as melhores decisões! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. Nem me fales disto.
    É verdade que o problema maior é mesmo o dinheiro.
    Eu sinto essa "dificuldade" com as colegas do trabalho. Mas poderão não ir lá à Quinta comer mesmo, até porque é tudo muito simples, mas talvez lhes diga para passarem por lá para comerem bolo =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha não tinha pensado nesse hipótese ;)
      Obrigada. Beijinho

      Eliminar
  8. Há sempre alguém melindrado num casamento porque não foi convidado. Esquece e faz à tua maneira, afinal, o casamento é o teu
    Kis :=}

    ResponderEliminar

Nem tudo é mau

No último post falei que a minha pestinha é uma bebé dificil e que ás vezes apetece-me fugir. Mas nem tudo é mau. Há uma coisa que a mi...